Dr. Domingos Q. De Paola

CRM i52.106980-2

​- Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP;

- Membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética - ISAPS;

- Membro da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética - ASAPS;

- Membro da Academia Americana de Cirurgia Cosmética - AACS;

- Membro do Colégio Internacional de Cirurgiões - FICS;

Siga-nos: 

youtube-512.png

Rua Siqueira Campos, 93 - Sala 605

Ed. Copacabana Medical Center

Rio de Janeiro / RJ - Brasil

Tels : (21) 2256-3768(21) 2235-6013

Whatsapp: (21) 99994-8124 / (21) 97553-1933

domingosdepaola@hotmail.com

Segunda a sexta das 09:00 às 19:00

 Cirurgia plástica de mama e abdômen

       A cirurgia plástica de mama e abdome é talvez a melhor associação cirúrgica e a que melhor satisfação dê aos pacientes já que há uma mudança substancial do contorno corporal como um todo. Esta cirurgia requer 24 a 48 horas de internação hospitalar e anestesia peridural ou geral. 


      Após a alta há necessidade de mais 4 a 5 dias de repouso domiciliar e após a primeira semana pode-se retornar à vida praticamente normal com exceção de exercícios físicos e praia (30 dias).

 

      Com o advento da "Lipo abdominoplastia" hoje é possível corrigir na mesma cirurgia, não apenas a sobra de pele e a flacidez da musculatura como também toda a gordura em excesso no abdome, é uma combinação de "plástica abdominal" com "lipoaspiração". Para a mama hoje existe uma infinidade de técnicas sempre visando deixar o mínimo de marcas e a cicatriz em "T" invertido, tão comum no passado, hoje é usada apenas naqueles casos de "mamas gigantes". 
 

      Na grande maioria dos casos o problema é resolvido apenas com a cicatriz em torno da aréola ou, no máximo uma pequena cicatriz vertical. 
 

      Se a mama estiver muito flácida pode haver necessidade de se colocar uma prótese, não para aumentar a mama mas para dar sustentação de modo que ela fique "durinha". Esta tática tem a vantagem de diminuir ainda mais a cicatriz resultante.

Veja a explicação dos procedimentos, passo a passo em 3D:

Linha do tempo do Pós-operatório

7 dias

14 dias

30 dias

2 meses

3 meses

Liberado todas as atividades físicas. Retirada da cinta.

Retorno às atividades físicas leves. Fim do uso do sutiã cirúrgico.

Direção liberada. Uso da cinta intermitente (abdome). Pode elevar os braços (mama).

Diminui a flexão do tronco, retorna a caminhada normal.

Fim do repouso absoluto, Inicia drenagem manual.